FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL
Fascite plantar x tênis minimalistas
Educação March 23, 2023

Fascite plantar x tênis minimalistas

 

O ditado popular “água mole em pedra dura tanto bate até que fura” diz muito sobre os nossos hábitos, especialmente os mais danosos. Tudo em excesso aumenta o risco de fazer mal à saúde e gerar consequências a longo prazo.

Especialmente no caso do pé, o uso de tênis artificiais desde a infância muda completamente a condição dos pés. Com isso, as lesões e inflamações se tornam inevitáveis.

Na prática, o pé é naturalmente forte. Porém, os tênis apertam os dedos, a base superficial mexe com o equilíbrio do corpo assim como o drop dos calçados. Tudo isso aumenta os riscos de quem usa os calçados mais populares.

Entre as consequências há a fascite plantar, um processo inflamatório ou degenerativo que impacta a fáscia plantar — ou aponeurose plantar. Essa inflamação causa dores no “peito” da sola do pé, mais próximo ao calcanhar.

Essa membrana fica envolta de um tecido conjuntivo fibroso. Sua degeneração está relacionada com sua pouca elasticidade. Sendo assim, por ficar coberta numa musculatura da sola do pé, esticá-la pode acelerar o processo inflamatório e degenerativo.

Para entender melhor, vale a pena destacar a principal função da fáscia plantar: manter a firmeza do pé, especialmente a curvatura. Ao ter um arco forte, o corpo tem capacidade de amortecer e distribuir o impacto por igual.

No entanto, há calçados que mexem com a curvatura do pé graças ao drop e à superficialidade da sola. Isso estimula a fáscia e causa microtraumas recorrentes.

Hoje, um estudo da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED) aponta que a inflamação pode estar relacionada a “a uma alteração estrutural mais condizente com processos degenerativos”, como sobrepeso, idade ou exercícios físicos exagerados.

E onde entram os calçados minimalistas?

Ao contrário dos tênis convencionais, um calçado minimalista respeita os pés. Isso significa que a nossa base tem o espaço necessário para manter a sua natureza. Ou seja, a curvatura do pé não se esforça mais do que o necessário, sendo menos estressada e, consequentemente, tendo menos chance de inflamar.

Acredita-se que utilizar tênis minimalistas, que emulam a sensação de ficar descalço, faz com que os pousos sejam firmados com o antepé. Desta forma, a parte da frente do pé acaba por alongar a fáscia plantar.

Portanto, usar tênis minimalistas evita lesões, em particular a fascite plantar, que foi nosso foco de hoje.
Fique de olho nos nossos conteúdos para saber mais sobre trazer liberdade pra sua vida inteira começando pelos pés.

 

Time FOT

Compartilhe:
  • SIGA-NOS NO INSTAGRAM

    @feetoftomorrow

    Faça parte da #ComunidadeBarefoot!

    BACK TO TOP